History
Icon-add-to-playlist Icon-download Icon-drawer-up
Share this ... ×
...
By ...
Embed:
Copy
Sal q.b. XXI - Cogumelos picantes com alho
Clean
November 23, 2008 03:00 PM PST
itunes pic

A meio da semana a cozinha da RUC enche-se de criatividade e bom gosto. Hoje pegamos em cogumelos comuns e transformamo-los em deliciosos cogumelos picantes com alho!

Para esta receita podem optar por usar cogumelos frescos ou cogumelos de conserva. Caso optem pelos cogumelos frescos, levam-nos muito bem e ponham-nos em água com um pouco de vinagre durante 20 minutos. Se optarem por cogumelos de lata, poupam tempo pois não precisam de efectuar esta operação. Em qualquer dos casos, vão precisar de 900 gramas de cogumelos.
Depois de terem decidido então os cogumelos a usar, escolham uma frigideira grande e levem-na ao lume com algum azeite para o aquecer. Fritem os cogumelos durante 5 minutos e reservem-nos depois à parte.
Cortem 2 pimentos vermelhos em bocados e reguem-nos com uma mistura de 4 colheres de sopa de sherry, 1,5 dl de caldo de galinha, 1 colher de chá de paprika, 2 dentes de alho picado e o sumo de um limão. Temperem com sal e piri-piri e cozinhem por 5 minutos na frigideira.
Voltem a colocar os cogumelos na frigideira, acrescentando-os aos pimentos, tapem e deixem cozinhar por mais 10 minutos.
Antes de servir, deitem tudo numa travessa e polvilhem com salsa picada.

A receita de hoje leva então:
- 900 g de cogumelos frescos ou de conserva;
- 2 pimentos vermelhos;
- 1,5 dl de caldo de galinha;
- 5 colheres de sopa de azeite;
- 2 dentes de alho picados;
- 4 colheres de sopa de sherry;
- sumo de 1 limão;
- 1 colher de chá de paprika;
- 3 colheres de sopa de salsa picada;
- sal q.b.
- piri-piri q.b.

A receita de hoje é uma óptima entrada para estimular o paladar dos vossos convidados; sirvam este prato ainda quente para que o cheiro se junte ao sabor na experiência gastronómica de saborear cogumelos picantes com alho. Caso seja mais do vosso agrado, podem acrescentar um pouco de molho picante em vez do piri-piri.

Mais receitas para ouvir amanhã! O Sal q.b. vai já aquecendo o forno para preparar mais um delicioso prato! Até amanhã, bom apetite!

Sal q.b. XX - Espetadas vegetarianas
Clean
November 23, 2008 02:51 PM PST
itunes pic

Esta terça-feira pegamos numa frigideira anti-aderente, num conjunto de espetos de madeira e puxamos pela criatividadepara criar mais um prato vegetariano.
Coloridas, nutritivas e saudáveis, as espetadas vegetarianas que vos apresentamos hoje são uma fácil e diferente ideia para uma refeição mais leve.

Peguem em 12 ramos de brócolos, 12 ramos de couve-flor e 12 cogumelos frescos e coloquem-nos numa panela de água a ferver durante 5 minutos.
Numa travessa à parte, coloquem os legumes escorridos e reguem-nos com uma mistura de 1 colher de sopa de azeite, 1 dente de alho picado e 1 colher de café de sal.
Depois de os legumes absoverem um pouco do molho com que foram regados, comecem a colocá-los num espeto de madeira. De preferência, alternem os legumes, até que completem o espeto. Experimentem colocar primeiro um ramo de brócolos, depois um de couve-flor, depois um cogumelo e vão repetindo esta sequência. Podem também acrescentar tomates cereja bem lavados e inteiros, para conferir outro colorido ao vosso prato.
Finalmente, há que grelhar as espetadas: para tal, untem uma frigideira anti-aderente com um pouco de azeite e grelhem as espetadas durante 5 minutos de cada lado.
Quando estiverem grelhadas, pincelem com um pouco de manjericão picado ou outra erva aromática do vosso gosto.

Para estas deliciosas espetadas são necessários:
- 12 ramos de brócolos
- 12 ramos de couve-flor
- 12 cogumelos frescos médios
- 12 tomates cereja
- 1 colher de sopa de azeite
- 1 dente de alho picado
- 1 colher de café de sal
- 8 espetos de madeira

Se quiserem mais cor ou diferentes sabores no vosso prato, podem sempre misturar mais legumes: o Sal q.b. sugere a utilização de pimentos de diferentes cores ou a adição de courgettes cortadas em fatias. Tanto num caso como noutro, os legumes devem ser bem lavados e acrescentados aos espetos em cru.

As receitas dos mestres de culinária RUC regressam amanhã no 107’UP! Até lá, bom apetite!

Sal q.b. XVI - Francesinha
Clean
November 23, 2008 01:24 PM PST
itunes pic

Apesar de nos faltar o sotaque, hoje o Sal q.b. veste o avental numa cozinha do Norte e prepara a típica francesinha. Sabendo que “a cada cabeça, sua sentença”, deixamos desde já o aviso – esta é a receita de Sal q.b. que pode ser bem diferente de outras receitas da francesinha.

Antes de mais, torrem ligeiramente 2 fatias de pão de forma. Pincelem essas fatias com manteiga derretida e reservem-nas à parte. Fritem um bife de lombo, uma salsicha fresca e 1 linguiça. Peguem nas fatias de pão que reservaram à parte e coloquem uma delas num prato fundo. Por cima desta primeira fatia, coloquem 3 fatias de fiambre, a salsicha que fritaram cortada ao meio, o bife e, no topo, a linguiça. Coloquem por cima a outra fatia de pão de forma.
Cubram a sanduíche com 4 fatias de queijo flamengo e levem ao forno para que este derreta e cubra a sanduíche.
Depois há que regar tudo isto com molho de francesinha bem quente.
Para preparar este molho, precisam de 2 dl de molho de marisco, meio dl de cerveja, 1 colher de sopa de molho inglês, 1 colher de chá de mostarda. 2 colheres de sopa de brandy e 1 colher de sopa de manteiga. Podem também adicionar molho picante se for do vosso agrado. Todos estes ingredientes devem ser misturados e fervidos. Depois de estar bem quente, este molho é, então, derramado sobre a sanduíche coberta de queijo, originando finalmente uma deliciosa Francesinha.

Preparem a vossa lista de compras e, para esta francesinha, lembrem-se de trazer do supermercado:

Para a francesinha:
- 2 fatias de pão de forma
- 3 fatias de fiambre
- 60 gr de bife do lombo
- 1 linguiça
- 1 salsicha fresca
- 15 gr de manteiga
- 4 fatias de queijo flamengo

Para o molho:
- 2 dl de molho de marisco
- 0,5 dl de cerveja
- 1 colher de sopa de molho inglês
- 1 colher de chá de mostarda
- 2 colheres de sopa de brandy
- 1 colher de sopa de manteiga.

Como curiosidade, deixamo-vos esta dica: segundo alguns habitantes do Porto e apreciadores da francesinha, as melhores são feitas fora da cidade invicta, apesar de ser esta a cidade da francesinha por excelência.

Amanhã novos truques, conselhos e receitas no Sal q.b.! Até lá, bom apetite!

Sal q.b. XV - Bolo de São Martinho
Clean
November 23, 2008 01:11 PM PST
itunes pic

Em dia de São Martinho, o Sal q.b. não poderia deixar de trazer um prato alusivo a este dia. Para acompanhar o magusto, a água-pé e a jeropiga, sugerimos um Bolo de São Martinho!

Batem-se 250 gramas de açúcar com as gemas de 6 ovos. Adicionam-se 1 colher de sopa de mel, a colher de sobremesa de canela em pó, a raspa de 1 limão e 1,5 dl de óleo, continuando sempre a bater.
As claras que sobraram dos 6 ovos batem-se em castelo e, depois de bem batidas, vão-se misturando aos poucos no preparado que se vem batendo. Entre cada pedaço de claras em castelo que juntem à massa, adicionem um pouco de farinha, usando no total 150 gramas deste ingrediente. Adicionem também 1 colher de chá de fermento em pó.
Quando tudo estiver bem mexido, adicionem a gosto nozes, passas e pinhões picados e 125 gramas de amêndoa ralada.
Untem uma forma de bolo com manteiga ou margarina e farinha e deitem na forma a massa do bolo. Intriduzam a forma no forno, que deve estar a uma temperatura não muito quente, por volta dos 180ºC. Ao fim de 50 minutos, o vosso bolo deve estar cozido, mas, para que não o desenformem ainda crú, confirmem com um palito se a cozedura está terminada – quando, ao espetar no bolo um palito, este sair limpo e seco, ou seja, sem sinais de massa agarrada a ele, o bolo está cozido.
Retirem do forno e deixem arrefecer por alguns minutos antes de desenformar.

Para o bolo de São Martinho são então necessários:
- 1,5 dl de óleo
- 6 ovos
- 250 gr de açúcar
- 150 gr de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de fermento em pó
- 1 colher (sopa) de mel
- 125 gr de amêndoa ralada
- 1 colher (sobremesa) de canela em pó
- 1 limão em raspa
- nozes q.b.
- passas de uva q.b.
- pinhões q.b.

Juntem esta receita ao vosso magusto e comemorem com moderação o São Martinho!

Amanhã, o Sal q.b. voltará com uma nova receita para usarem os utensílios da vossa cozinha. Até lá, bons cozinhados e bom apetite!

Sal q.b. XIII - Delícia de chocolate
Clean
November 23, 2008 12:44 PM PST
itunes pic

Sexta-feira adoçamos o dia e preparamos uma sobremesa que vos pode durar todo o fim de semana! Para fechar esta semana de edições de Sal q.b., uma delícia de chocolate, pronta a fazer as delícias dos ouvintes mais gulosos ou dos vossos convidados para jantar.

Comecem por preparar um banho-maria e colocar no recipiente interior cerca de 2,5 cm de água. Quando a água estiver a ferver, deitem no recipiente de cima 250 gramas de chocolate amargo partido em cubos e o mesmo peso de manteiga sem sal, também aos bocadinhos. Deixem derreter no banho-maria e vão mexendo de vez em quando para que o chocolate não comece a pegar ao recipiente. Quando estiver tudo bem derretido e misturado, retirem do lume e reservem à parte. Entretanto, peguem em 50 gramas de bolachas à vossa escolha, coloquem dentro de um saco de plástico e esmaguem-nas com o rolo da massa. Em alternativa, podem realizar este procedimento enrolando as bolachas num pano de cozinha em vez do saco de plástico. O Sal q.b. sugere a bolacha Maria para esta receita, já que é fácil de esmagar e não vai adocicar muito mais a nossa sobremesa. Coloquem então as bolachas esmagadas numa tigela e adicionem 25 gramas de nozes, 25 gramas de amêndoas, 25 gramas de avelâs e 250 gramas de frutos secos. Todos estes frutos adicionados devem ser picados finamente antes de serem adicionados ás bolachas.Uma vez mais, os frutos secos são ao vosso gosto, podendo ir desde as passas a pêras ou alperces – importante mesmo é que estejam picados em pedaços muito pequenos. Misturem bem e juntem 2 ovos inteiros, mas sem casca, claro! Mexam tudo e quando tiverem uma massa mais ou menos homogénea, adicionem o chocolate, voltando a mexer tudo. Preparem uma forma de fundo solto, ou seja, untem-na com manteiga e forrem-na com papel vegetal. Deitem o preparado nessa forma e levem ao frigorífico durante 2 horas. Depois da longa espera, podem desenformar a vossa sobremesa e cortá-la em fatias individuais.

Recordamos a doce lista de ingredientes desta delícia de chocolate:
- 250 g de chocolate amargo
- 250 g de manteiga sem sal
- 50 g de bolachas
- 250 g de frutos secos
- 25 g de amêndoas
- 25 g de avelãs
- 25 g de nozes
- 2 ovos

Sugestão do Sal q.b . – tornem a vossa sobremesa ainda mais deliciosa e apelativa servindo com natas batidas e uma rodela de kiwi ou de morango sobre as vossas fatias!

Aproveitem o fim-de-semana para experimentarem as receitas de Sal q.b. – segunda-feira regressamos com mais ideias para tornarem o vosso almoço mais nutritivo e divertido! Bom fim-de-semana, e bom apetite!

Sal q.b. XI - Almôndegas vegetarianas
Clean
November 23, 2008 11:52 AM PST
itunes pic

Na ressaca das eleições nos Estados Unidos da América, deixamos de lado os hamburgers, cachorros e pizzas e escolhemos um prato vegetariano. Preparem os vossos utensílios e cozinhem conosco umas almôndegas vegetais.

Comecem por picar finamente nozes até que tenham mais ou menos ½ chávena delas. Juntem uma cebola pequena também finamente picada e ½ chávena de pão ralado. Misturem bem estes três ingredientes, dentro de uma taça de vidro ou de plástico. Quando estiver bem misturado, acrescentem ½ colher de café de tomilho, ½ colher de café de sal e ½ chávena de natas que, para mantermos o vegetarianismo da receita, sugerimos que sejam natas de soja. Voltem a misturar bem todos estes ingredientes. Adicionem, finalmente, 3 ovos batidos e mexam tudo até que se forme uma pasta que consigam moldar.
Estão agora prontos para fazer as almôndegas. Para tal, basta que peguem num pouco da massa que prepararam e lhe dêem uma forma arredondada. Cada bola formada pode depois ser assada no forno ou frita, servindo como um excelente aperitivo ou mesmo como prato principal.

Relembramos a lista de ingredientes para estas almôndegas sem carne:
- 1 cebola pequena picada
- 3 ovos batidos
- 1/2 colher de café de tomilho
- 1/2 colher de café de sal
- 1/2 chávena de pão ralado
- 1/2 chávena de nozes picadas finamente
- 1/2 chávena de natas de soja

Se não tiverem tomilho, podem adicionar outra erva aromática, como a manjerona, por exemplo. O Sal q.b. de hoje termina com uma sugestão: ao servir as almôndegas, tornem o vosso prato mais apelativo e colorido juntando molho de tomate.

Por hoje arrumamos a cozinha da RUC, mas prometemos regressar amanhã com mais uma sugestão para a vossa refeição. Até lá, bom apetite!

Sal q.b. IX - Filetes de peixe panados no forno
Clean
November 23, 2008 11:36 AM PST
itunes pic

Quinta-feira servimos peixe no Sal q.b. – hoje ensinamo-vos passo a passo o modo mais fácil e rápido de fazer filetes panados no forno. Escolham o peixe da vossa eleição, vistam um avental e mãos à obra! Dez minutos chegam para preparar esta refeição saudável e económica.

Comecem, antes de tudo, por ligar o forno, já que, na altura em que terminarem de preparar os filetes, vão precisar que este já esteja quente para finalizar o prato. Coloquem a grelha ou placa do forno sensivelmente a meio deste e seleccionem a temperatura de 220ºC.
Entretanto, comecem a preparar o polme em que vão envolver os filetes. Para isso, deitem numa tigela 1,15 dl de leite e temperem com meia colher de chá de sal. Num prato, misturem 75 gramas de pão ralado com 1 colher de chá de paprika. Quando estiverem bem misturados estes dois ingredientes, comecem a passar o peixe primeiro pelo leite da tigela e depois pela mistura de pó ralado e paprika do prato. Convem referir que as doses que apresentamos nesta receita se destinam a 4 pessoas, ou seja, cerca de 700 gramas de filetes, podendo, por exemplo, ser os tradicionais filetes de pescada. Untem com manteiga ou margarina um tabuleiro grande e coloquem nele com cuidado os filetes panados.
Derretam 50 gramas de manteiga e reguem com ela os filetes. Agora estão finalmente prontos para abrir a porta do forno e colocar o tabuleiro com os filetes lá dentro. Depois de o fazerem, deixem cozinhar durante 5 minutos. Após este tempo, verifiquem com um garfo se o peixe já cozinhou – se se desfizer em lascas, está pronto!
Retirem do forno, e, sugestão do Sal q.b., enfeitem com gomos de limão. Para acompanhar, uma salada de legumes é uma boa opção

Vamos então à lista de ingredientes:
- 700 gramas de filetes de peixe
- 1,15 dl de leite
- ½ colher de chá de sal
- 75 g de pão ralado
- 1 colher de chá de paprika
- 50 g de margarina ou manteiga
- 1 limão

Para terminar por hoje, um conselho do Sal q.b. – escolham filetes grossos para esta receita, já que quanto mais fino o filete, mais seco ficará quando for ao forno.

Regressamos amanhã para novas aventuras gastronómicas. Até lá, bom apetite!

Sal q.b. VIII - Coxas de frango com queijo
Clean
November 23, 2008 11:22 AM PST
itunes pic

A meio da semana, o Sal q.b. decidiu aventurar-se por territórios mais complicados da culinária e apresenta hoje uma receita da chamada cozinha afrodisíaca.
A cozinha afrodisíaca é uma simbiose de diversos factores: o efeito depende tanto dos alimentos como da apresentação e do ambiente em que é servida a refeição. Portanto, peguem numas velas, escolham um bom vinho, criem o ambiente ideal e sirvam, por exemplo, a receita de hoje: Coxas de frango com queijo.

Comecem por temperar seis coxas de frango com 3 dentes de alho picados, uma pitada de sal e 1 colher de sobremesa de açafrão. Depois de espalharem esta mistura pelas coxas do frango, deixem ficar a repousar durante uma hora para temperar a carne. Após estes longos sessenta minutos, coloquem margarina numa frigideira, levem-na ao lume e alourem os pedaços de frango, tendo cuidado para não os deixar queimar.
À parte, preparem num tacho um refogado com uma cebola picada muito fina; juntem 2 tomates pequenos sem peles nem sementes, 1,5 dl de vinho branco e deixem cozer até que todo o preparado fique mole. Quando o refogado estiver amolecido, acrescentem o frango previamente alourado, mexam um pouco e acrescentem depois 3,5 dl de caldo de galinha. Baixem a chama e deixem cozinhar em lume brando.
Quando o frango estiver cozido, retirem-no do tacho e reservem-no à parte. Entretanto, adicionem ao molho que ficou no tacho 150 gramas de cogumelos fatiados e salteados, 1 caixa pequena de queijo creme, 150 gramas de queijo mozzarela ralado, 2 dl de natas e 1 raminho de salsa picada. Mexam tudo muito bem, de modo a ligar os ingredientes e os ajudar a dissolver melhor. Mantendo sempre a chama acesa, deixem engrossar o molho e, quando acharem que tem uma consistência suficientemente cremosa, derramem-no sobre o frango, cubrindo todos os pedaços que tinham reservado à parte.
Polvilhem com queijo ralado e levem ao forno a gratinar durante alguns minutos.

Como acompanhamento, sugerimos legumes salteados ou simplesmente cozidos.

Peguem então no vosso bloco de notas e apontem a lista de ingredientes:
- 6 coxas de frango
- 3 dentes de alho
- 1 colher de sobremesa de açafrão
- 150 g de cogumelos fatiados
- 2 dl de natas
- sal
- 3,5 dl de caldo de galinha
- 1 pacote pequeno de queijo ralado
- 150 g de queijo mozzarela ralado
- 1 caixa pequena de queijo creme
- margarina
- 2 tomates pequenos
- 1 raminho de salsa
- 1,5 dl de vinho branco seco.

E não se esqueçam de não levar tudo isto muito a sério. Acima de tudo, divirtam-se na cozinha e temperem a vida com bom humor.

Esta e todas as receitas e conselhos de Sal q.b. podem ser consultados através do podcast que encontram aqui ou seguindo o link no blog das manhãs da RUC, 107up.blogspot.com.
Regressamos amanhã com mais uma sugestão para a vossa refeição! Até lá, bons cozinhados e bom apetite!

Sal q.b. VII - Chili de feijão
Clean
October 28, 2008 06:56 AM PDT
itunes pic

Para o almoço de terça-feira reservámos uma refeição vegetariana de fazer crescer água na boca. Preparem o vosso fogão para cozinhar um chili de feijão!
O Chili, além de ser um tipo de pimenta muito forte e avermelhada, é também um prato tradicional da culinária mexicana e texana, geralmente à base de vários tipos de feijão e carne moída, tomates em pedaços e pimenta.
O Sal q.b. de hoje troca as voltas ao tradicional chili e apresenta uma versão para vegetarianos e não só.

Uma vez que esta receita é confeccionada à base de feijão, devem começar a preparar-se de véspera para seguir esta receita, isto porque é necessário colocar de molho o feijão durante algum tempo.
Assim, na véspera, coloquem 100 gramas de feijão preto de molho. No dia seguinte, escoem a água do feijão. Coloquem o feijão escorrido numa panela, cubram-no de água e deixem levantar fervura. Após ferver, deve deixar-se o feijão cozer em lume brando durante 1 hora.
Enquanto esperam que o feijão coza, podem descascar uma cebola, picá-la e refogá-la em azeite juntamente com um dente de alho picado. Juntem 1 pimento encarnado e 3 tomates cortados em pedaços e temperem este preparado com grãos de cominho, tomilho, paprica, sal e pimenta – tudo a gosto! Deixem cozinhar toda esta mistura durante meia hora em lume brando.
Por esta altura, já têm o feijão cozido e podem juntá-lo á mistura que prepararam à parte. Aqueçam lentamente até à altura de servir e espantem os vossos comensais com um chili sem carne!

O Sal q.b. sugere que sirvam este chili com arroz branco ou, em alternativa, com batata assada.

Relembramos então a lista de ingredientes para este chili vegetariano:
- 100g de feijão preto (colocado de molho na véspera)
- 3 tomates
- 1 pimento encarnado
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- grãos de cominho
- tomilho
- paprica
- sal
- pimenta
- azeite

Amanhã regressamos com mais uma receita para fazer as delícias dos ouvintes cozinheiros da RUC! Até lá, bom apetite!

Sal q.b. VI - Sopa de cenoura
Clean
October 27, 2008 05:37 AM PDT
itunes pic

Para começar bem esta segunda-feira, o Sal q.b. traz a primeira receita da semana: rápida, fácil e vitaminada, a Sopa de Cenoura vai deixar-vos com energias para enfrentar a Latada que ainda falta cumprir e os últimos dias de Outubro!
Peguem então numa panela grande e preparem-se para fazer sopa para seis pessoas.
Comecem por cortar em rodelas finas 250 gramas de cenouras. Escolham uma cebola grande e, depois de a descascarem, piquem-na. Descasquem também uma batata grande e cortem-na em cubos.
Entretanto, coloquem sobre o fogão uma panela com 1 litro de água e uma colher de chá de sal. Deixem levantar fervura e adicionem-lhe os ingredientes que já prepararam, ou seja, as cenouras, a cebola e a batata. Tapem a panela e deixem cozer durante 10 a 15 minutos (ou até os legumes ficarem tenros). Depois têm duas opções: ou pegam num copo de batidos e batem o preparado que têm dentro da panela até o transformar em puré ou o fazem dentro da própria panela com o auxílio de uma varinha mágica. Passem o puré obtido por um passador de rede fina e, depois de terem o puré dentro da panela, temperem com 1 pitada de pimenta-preta. Voltem a aquecer mais um pouco e dentro de poucos minutos têm a base da vossa sopa de cenoura pronta.
Na altura de servir, podem juntar 20 gramas de manteiga ou margarina amolecida, misturando bem com o puré. O Sal q.b. sugere também que polvilhem a sopa depois de servida no prato com manjericão seco e que adicionem croutons, que, para quem não sabe, são aqueles pequenos cubos de pão torrado ou frito.
Em alternativa, podem adicionar 1,15 dl de natas e 1 pitada de noz moscada, para tornar a vossa sopa mais aveludada e temperada.

Relembramos então a lista de ingredientes para quem ainda vai às compras:
- 1 litro de água
- 1 colher de chá de sal
- 250 gramas de cenouras
- 1 cebola grande
- 1 batata grande
- 1 pitada de pimenta
- 25 gramas de manteiga ou margarina.

Para finalizar o Sal q.b. de hoje, uma dica: a base da sopa de cenoura que vos ensinámos a fazer hoje pode ser feita com 2 ou 3 dias de antecedência, ou seja, se a fizerem hoje e a guardarem no frigorífico, ainda podem comê-la ao jantar de 4ª-feira!

Next Page